“O Brasil precisa sair da inércia”, diz líder do Democratas, ao comentar reforma tributária

21 de Julho de 2021

Efraim Filho tem uma perspectiva positiva sobre a condução da reforma tributária e garante que o Congresso Nacional tem vontade de votar a matéria.

O líder do Democratas na Câmara, o deputado federal Efraim Filho (PB), mais uma vez enfatiza a necessidade de uma reforma tributária para este ano, afirmando que o Brasil tem hoje o pior modelo tributário do mundo. No entanto, ele acredita que, devido à situação que o país se encontra atualmente, não é difícil enxergar uma forma de mudar, um grande salto com uma proposta ideal.

“Dois passos adiante que seja já significa uma grande evolução. O Brasil precisa sair da inércia. Temos um modelo simples, mas às vezes até o simples é confuso e não dá pra continuar assim”, pontua.

Efraim disse que a proposta de redução do IRPJ (Imposto sobre a Renda de Pessoas Jurídicas), no projeto da reforma tributária foi bem recebida pelos parlamentares, mas envolve muitas questões complexas. Este ponto específico do IRPJ foi desmembrado, em boa parte, do relatório da proposta da reforma tributária, para ser discutido à parte. O líder do Democratas considera a decisão acertada.

“Quando o assunto é a reforma tributária, já é difícil obter consenso e se, porventura, vier o tema com controle e regramento atrelado, já dificultava ainda mais. Sendo assim, o relator desmembrou para ser discutido num projeto à parte, no timing correto, dedicando-se às mudanças do IRPJ e seus efeitos colaterais”, comenta ele.

O deputado considera que hoje a dificuldade não está no voto dos parlamentares e sim na aprovação de um texto ideal que contemple os setores da indústria, agro e serviços, e que também servirá como equilíbrio para os três entes federativos: União, Municípios e Estados. Ele garante que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), está focado em fazer esse diálogo sobre a importância da aprovação da Reforma Tributária, da mesma forma que aconteceu no passado com outros temas (Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista).

Apesar do desafio, Efraim Filho tem uma perspectiva positiva sobre a condução da reforma tributária e garante que o Congresso Nacional tem vontade de votar a matéria. O parlamentar, que se define como um “realista esperançoso”, revela que o Democratas tem se debruçado bastante sobre o tema e que a economia e a população brasileira podem ter esperanças.

“O Democratas tem feito um mix da avaliação política com a avaliação técnica. A nossa assessoria ganha destaque por sua capacidade técnica e preparo acerca desse grande tema. Um passo a mais de esperança para uma grande parcela da população e, consequentemente, para a economia do nosso Brasil”, assegura.