Sessão solene proposta por Dorinha homenageia Divaldo Pereira Franco

06 de Outubro de 2017

A deputada Professora Dorinha (TO), autora do requerimento, se disse honrada em poder celebrar esta data na presença do médium. “Nada mais justo que homenagear uma pessoa que dedicou toda a sua vida a fazer o bem ao próximo”, disse Dorinha.

dorinha6

A Câmara dos Deputados realizou nesta sexta-feira (06) uma sessão solene em homenagem aos 90 anos do médium Divaldo Pereira Franco. A deputada Professora Dorinha (TO), autora do requerimento, se disse honrada em poder celebrar esta data na presença do médium. “Nada mais justo que homenagear uma pessoa que dedicou toda a sua vida a fazer o bem ao próximo”, disse Dorinha.

A parlamentar, visivelmente emocionada, destacou a vida e a obra de Divaldo. “É uma pessoa iluminada que tem uma vivência e ação social muito grandes. Qualquer contato com pessoas como ele é enriquecedor e esclarecedor. Suas mensagens trazem muita paz, e também muitas lições para a nossa vida”, disse Dorinha.

Além da celebração dos 90 anos de Divaldo Franco, houve a entrega do “Troféu Você e a Paz” para representantes de cinco homenageados: Juscelino Kubitschek de Oliveira, Remanso Fraterno, Jerônimo Mendonça Ribeiro, Joana Angélica de Jesus e Dom Bosco, pela atuação em prol da Paz para a humanidade. A deputada Dorinha também foi agraciada. “É uma honra e uma surpresa receber essa reconhecimento”, disse.

O homenageado

Embaixador da ONU pela Paz, Divaldo Franco é reconhecido como um dos maiores médiuns e oradores Espíritas da atualidade e o maior divulgador da Doutrina Espírita por todo o Mundo, com mais de 50 anos devotados à mediunidade e a caridade, e mais de 60 como um importante orador espírita.

Dos seus 90 anos, 70 foram devotados à causa espírita e às crianças das periferias de Salvador, na Bahia. Para este último fim fundou, em 15 de agosto de 1952, junto a Nilson de Souza Pereira, a instituição de caridade Mansão do Caminho, que ajuda diariamente cerca de seis mil pessoas e abriga mais de três mil, centenas delas registradas como filhos do médium. Os direitos autorais de seus mais de 250 livros psicografados, que já venderam mais de oito milhões de exemplares, foram doados em cartório para esta e outras instituições filantrópicas.

Ainda que tenha uma alta produção e vendagem de livros psicografados, e realize um grande trabalho filantrópico, é como conferencista e missionário do Espiritismo no Brasil e no exterior que ele é mais conhecido. Representado como peregrino, Divaldo já percorreu mais de 50 países divulgando a doutrina em palestras.