Na Comissão de Meio Ambiente, José Mário defende o uso do glifosato na agricultura

11 de Maio de 2019

“É um produto que está no mercado há mais de 40 anos e diversos órgãos reguladores do mundo inteiro, que avaliam o risco dos produtos usados na agricultura, afirmam que é seguro. É claro que primamos pelo zelo da saúde humana, pela questão ambiental, pela eficiência agronômica e o glifosato passou por todos estes testes”

José Mário SchreinerO uso do glifosato para controle de pragas e doenças nas lavouras é importante para dar mais segurança e eficiência à produção brasileira. A afirmação é do deputado José Mário Schreiner (GO) ao participar de audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) para discutir os resultados da reavaliação toxicológica do herbicida realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
José Mário aponta que o pesticida alia eficácia e segurança de saúde, qualidades comprovadas internacionalmente. “É um produto que está no mercado há mais de 40 anos e diversos órgãos reguladores do mundo inteiro, que avaliam o risco dos produtos usados na agricultura, afirmam que é seguro. É claro que primamos pelo zelo da saúde humana, pela questão ambiental, pela eficiência agronômica e o glifosato passou por todos estes testes”, defende.
O especialista da Força Tarefa de Reavaliação do Glifosato, Flávio Zambrone, médico toxicologista, afirma que as tentativas de proibição do uso do glifosato no país são infundadas: “O produto não tem efeitos carcinogênicos ou qualquer outro efeito que contrarie nossa legislação que impeça o seu uso”.