Juscelino Filho preocupado com avanço da Covid-19 no interior do Maranhão

13 de Maio de 2020

Em requerimento, o deputado pediu informações ao secretário estadual de Saúde, Carlos Lula. 39% dos casos do estado estão em cidades de fora da Ilha de São Luís, taxa que era de 17% no início do mês

Preocupado com o processo de interiorização da Covid-19 no Maranhão, o deputado federal Juscelino Filho (MA) protocolou nesta terça-feira (12), na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Requerimento de Informação direcionado ao secretário estadual de Saúde, Carlos Lula. O objetivo é obter um detalhamento das ações tomadas pelo Governo do Maranhão no enfrentamento do coronavírus, sobretudo no interior do estado.

Os dados oficiais mostram que o alerta do parlamentar se justifica. Nesta terça, o Maranhão registrava 9.112 casos confirmados de Covid-19, dos quais 39% (3.543) estão espalhados por 163 municípios do interior. No dia 1º de maio, 17% das 3.805 confirmações (668) eram de fora da Ilha de São Luís, em 90 cidades. Já dos 444 óbitos atuais, 17% referem-se a municípios do interior. No primeiro dia do mês, essa taxa era de 12%.

“Tenho acompanhado as fortes medidas do governo estadual para controlar o distanciamento social na Ilha de São Luís, para evitar a disseminação da doença, e também os esforços para ampliar a oferta de leitos clínicos e de UTI na capital. Mas preocupa o avanço da Covid-19 em todo o interior maranhense, onde os números de casos, internações e mortes aumentam rapidamente. Há municípios se preparando, comprando até respiradores, mas poucos têm condições para ter uma estrutura adequada para esse grave momento”, disse Juscelino.

O parlamentar citou alguns dos questionamentos feitos no documento protocolado. “Quero saber quais unidades da rede estadual de saúde no interior estão atendendo pacientes com o coronavírus. Quantos leitos clínicos e de UTI há nessas unidades? Além do hospital de campanha de Açailândia, que já está em execução, há previsão de implantar outro dessa natureza no interior? Como está o estoque de EPIs para profissionais de saúde, testes rápidos, PCR e sorologia? São questões essenciais nesta árdua luta contra a Covid-19”, afirmou.

Unidades exclusivas para Covid-19

Para o deputado Juscelino Filho, é preciso que as principais regiões maranhenses contem com unidades para atender exclusivamente pacientes com coronavírus, a exemplo do Vale do Pindaré. “Na semana passada, liguei para o secretário Carlos Lula. Após receber muitas demandas, pedi a ele que fale com o governador Flávio Dino para transformar o Hospital Macrorregional de Santa Inês em uma unidade exclusiva para atender Covid. Lá temos muitos leitos clínicos e entre 10 e 12 de UTI”, observou.

O parlamentar do Democratas reforçou que o combate à Covid-19 depende de todos. “É fundamental respeitarmos as medidas de isolamento e mantermos as outras medidas preventivas, como usar máscara, lavar as mãos com frequência e evitar aglomerações. Quanto mais pessoas aderirem às ações para barrar a disseminação do novo vírus, mais vida vamos salvar”, lembrou.