Geninho Zuliani defende investimentos em saneamento básico

10 de Setembro de 2019

“Todos sabemos que os estados não têm a mínima condição de investir. Pelo menos vinte não têm condições de fazer nenhum tipo de investimento. O orçamento do governo federal prevê queda dos recursos para saneamento em 2020. Precisamos trazer investimento”, afirmou Zuliani.

48631945911_7457e4c800_zO relatório do deputado Geninho Zuliani (SP) sobre o novo marco legal do saneamento básico (PL 3261/19), tratado em comissão especial na Câmara dos Deputados, começa a tomar forma. O parlamentar deu as primeiras indicações, na última quinta-feira (5), de pontos que deve abordar no texto. Entre eles, a necessidade de investimentos.

“Todos sabemos que os estados não têm a mínima condição de investir. Pelo menos vinte não têm condições de fazer nenhum tipo de investimento. O orçamento do governo federal prevê queda dos recursos para saneamento em 2020. Precisamos trazer investimento”, afirmou Zuliani na comissão, que recebia audiência pública com membros de agências reguladoras e de saneamento. Segundo o deputado, sem novos investimentos, inclusive da iniciativa privada, não haverá universalização do saneamento.

O relator também falou sobre a necessidade de se compilar dados sobre o setor, particularmente na questão das tarifas cobradas dos usuários. “Muitos municípios não cobram nada. Muitos cobram uma taxa simbólica. Veja o tanto de dinheiro que estamos deixando de arrecadar sem uma tarifa”, ressaltou.

Duas audiências públicas já foram realizadas pela comissão especial e mais três estão previstas para a próxima semana.