Deputados do Democratas defendem avanço do projeto com regras mais rígidas para o “saidão”

15 de Maio de 2018

O PL 3468/12 foi aprovado pela Câmara e aguarda deliberação no Senado.

Dep. Alberto Fraga - Reunião sobre segurança pública comissão 9 - 21_03_2018 (50)

Deputados do Democratas defenderam nesta terça-feira o avanço do projeto de lei que muda as regras de saída temporária de presos em regime semiaberto, conhecida como “saidão”. O PL 3468/12 foi aprovado pela Câmara e aguarda deliberação no Senado.
“Infelizmente, o assassinato de um delegado da Polícia Federal, ontem em São Paulo, vai se somar a outros crimes praticados por bandidos que receberam o benefício da saída temporária”, afirmou o deputado Rodrigo Garcia (SP), líder do Democratas.
O deputado Alberto Fraga, presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública, lembrou que a Câmara votou matérias importantes na tentativa de reduzir o número de crimes e a violência que assusta a todos, mas boa parte dos projetos estão parados no Senado. Citou, ainda, a redução da maioridade penal.
O projeto em tela trata da saída ocorre em dias festivos como Natal e Dia das Mães, com o objetivo de contribuir para a ressocialização dos presos.
Mas não é isso que acontece, lembram Garcia e Fraga. O que aconteceu em São Paulo ontem mostra isso. Renato Oliveira Pereira, um dos presos suspeitos de cometerem o crime, tinha saído da prisão no final de semana, beneficiado pelo chamado “saidão” do Dia das Mães.