Deputado Zé Mário Participa da Cerimônia de Lançamento do Plano Safra

17 de Junho de 2020

Como presidente da Comissão de Política Agrícola da CNA, o deputado representou a Confederação no evento oficial de lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021.

Foto: Carolina AntunesPR

Nesta quarta-feira (17), o deputado Zé Mário (GO) representou a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) na cerimônia oficial de lançamento do Plano Safra 2020/2021, como Presidente da Comissão de Política Agrícola da instituição. O evento ocorreu no Palácio do Planalto, e contou com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, e da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, entre outras autoridades.

Em seu discurso, o deputado ressaltou a importância da agropecuária como setor essencial. “O setor agropecuário tomou para si a responsabilidade de garantir a segurança alimentar da população brasileira e do mundo. Revelou-se, mais uma vez, o pilar da reconstrução do nosso País”, afirmou. O principal pleito da CNA para o novo Plano Agrícola e Pecuário, segundo Zé Mário, foram taxas de juros compatíveis com a realidade dos produtores rurais, que também enfrentam desafios no momento atual.

O Plano Safra 2020/2021 prevê volume maior de recursos para subvenção do crédito rural no orçamento do Tesouro Nacional, em comparação com 2019/2020. O valor total será de R$ 236,3 bilhões, quase 6% a mais do que os R$ 222,7 bilhões disponíveis na safra atual. As taxas de custeio serão de 2,75% a 4% para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), de 5% para o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), e de 6% para os grandes produtores.

Além disso, o Prêmio do Seguro Rural terá um aporte de R$ 1,3 bilhão. Deverão ser destinados entre R$ 700 milhões e R$ 1 bilhão a mais para subsidiar linhas como o Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais (Moderagro) e o Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota). Segundo o deputado Zé Mário, o incremento dos recursos é fruto do trabalho da Ministra Tereza Cristina junto ao Ministério da Economia para viabilizar um pacote robusto de subvenção ao Agro – trabalho feito com o apoio de entidades como a CNA.

Durante a cerimônia, a ministra Tereza Cristina destacou que o Plano Safra 2020/2021 apresenta um orçamento recorde. “Viabilizar o montante de R$ 236,3 bilhões é um reconhecimento de que o Agro está pronto para alavancar a recuperação econômica do Brasil”, disse ela. Ressaltou, ainda, que o Plano está em consonância com a produção agrícola atual, que testemunhou safra recorde em 2020.

O deputado Zé Mário avaliou que o Plano Agrícola e Pecuário anunciado foi positivo, mas as taxas de juros ainda poderiam ser mais baixas. “Sabemos do esforço do Governo, mas a grande questão ainda é o tamanho do spread bancário e das taxas administrativas. São aqueles sócios ocultos que encarecem o crédito, mesmo com a queda da taxa Selic”, concluiu.