Deputado Carlos Melles preside seminário sobre Censo Agropecuário

13 de Abril de 2018

“Os dados socioeconômicos levantados pelos Censos do IBGE são imprescindíveis para o Brasil, servem tanto para a definição de políticas públicas dos governos como para a iniciativa privada melhor entender os seus mercados de atuação”, argumentou Melles.

melles
O deputado Carlos Melles (MG) presidiu nesta semana o Seminário Censo Agro e Demográfico: “panorama e perspectivas”, na Câmara dos Deputados. “Os dados socioeconômicos levantados pelos Censos do IBGE são imprescindíveis para o Brasil, servem tanto para a definição de políticas públicas dos governos como para a iniciativa privada melhor entender os seus mercados de atuação”, argumentou Melles.

O evento contou com a presença do Sr. Roberto Olinto, presidente do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de parlamentares membros da Frente Parlamentar da GEMA, presidida por mim e de varias entidades, OCB, CNM, EMBRAPA, CNA que enriqueceram o debate, no qual o IBGE apresentou detalhes dos Censos Agro 2017 e Demográfico 2020.

Melles lembrou que, no caso específico dos dados populacionais, o levantamento do número de habitantes de cada município é utilizado para a definição das faixas de partição do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, para o número de representantes eletivos dos diversos entes federados, além da divisão de outros recursos financeiros dos Governos Estaduais e Federal.

O Censo Demográfico de 2020 consiste na maior operação de coleta de dados do Brasil, totalmente realizado por meio eletrônico, com a utilização de Dispositivos Móveis de Coleta (DMCs), semelhantes aos smartphones comuns, e plataformas computacionais. No decorrer de três meses, cerca de 213 mil recenseadores, contratados temporariamente, irão visitar os mais de 71 milhões de domicílios brasileiros.

O orçamento do levantamento gira em torno dos R$ 3 bilhões, com gasto em torno de 14 reais por habitante. Mais de dois terços (67%) dos recursos é destinado ao pagamento de pessoal, cerca de 253 mil contratados no total, consistindo também em um mecanismo de distribuição de renda entre os brasileiros.