Condomínios com academia podem ser obrigados a contratar técnicos em educação física

14 de Fevereiro de 2020

“A contratação de um profissional registrado é a garantia para o usuário de que terá serviços especializados, oferecido por profissionais com conhecimento e seguidores de um Código de Ética Profissional”, pondera o autor da medida.

O deputado Juninho do Pneu (RJ) quer instituir, por lei, que os condomínios com mais de 200 moradias e com academias internas, sejam obrigados a contratar técnicos de Educação Física para instruírem as pessoas que frequentem essas academias. “A contratação de um profissional registrado é a garantia para o usuário de que terá serviços especializados, oferecido por profissionais com conhecimento e seguidores de um Código de Ética Profissional”, pondera o autor da medida.

Juninho do Pneu se preocupa com a saúde dos alunos que não recebem orientação. Ele alerta sobre o risco de exaustão, e até mesmo morte, devido a sobrecargas no sistema cardíaco e respiratório desses indivíduos que estão desassistidos.

O deputado lembra ainda que esses riscos estão presentes em qualquer atividade física feita sem orientação: “exercícios físicos podem causar lesões, fraturas, distúrbios hormonais e mudanças no humor. Estes feitos, que são nocivos ao ser humano estão em qualquer atividade física sem orientação de um professor de educação física”, afirmou.

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.