Câmara dá exemplo ao cortar 10% de seu orçamento, afirma líder Efraim Filho

30 de Agosto de 2017

“É preciso dar o exemplo e cortar na própria carne”

_MG_1901
O líder do Democratas na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), avaliou como positiva a decisão do presidente Rodrigo Maia, de efetuar cortes significativos no orçamento da Casa. “É preciso dar o exemplo e cortar na própria carne”, argumentou. “Isso deve servir de exemplo aos demais poderes, como o Judiciário, tão contestado nessa área, e o executivo, que precisa controlar seus gastos governamentais”, ressaltou.
Para Efraim, é importante que o poder público faça sua parte para que, junto com a sociedade, o país consiga sair da crise e reencontrar o equilíbrio fiscal. “É um esforço que a Câmara faz para contribuir nessa equação e buscar resgatar sua credibilidade”, ponderou.
Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a redução de despesas, e também a ampliação de receitas, vão se basear em dois eixos. “Primeiro, vamos reduzir despesas com custeio operacional, obras e investimentos e, principalmente, pessoal e encargos sociais, que vai gerar uma economia de R$ 236 milhões”, informou.
Além disso, Maia disse que a folha de pagamento da Câmara será vendida para a Caixa e o Banco do Brasil, o que implicará o pagamento imediato de R$ 70 milhões pelos bancos à Câmara, e o restante, R$ 151 milhões, no período de 60 meses. “Isso já aconteceu no passado e vem acontecendo com uma série de administrações públicas como forma de elevar a arrecadação”, destacou.