Benefício a hospitais filantrópicos que aumentarem atendimento nos leitos de CTI

26 de Março de 2020

“O aumento da capacidade dos leitos nos CTI é indispensável para evitarmos um colapso no Sistema Único de Saúde”, disse o deputado Pedro Lupion.

Anulação das dívidas das entidades filantrópicas que aumentarem, em pelo menos 30%, a capacidade dos leitos dos Centros de Terapia Intensiva (CTI). Esta é a nova proposta (PL 694/2020) do deputado Pedro Lupion (PR), que se junta a outras medidas dos deputados do Democratas na luta contra o coronavírus no Brasil. “O aumento da capacidade dos leitos nos CTI é indispensável para evitarmos um colapso no Sistema Único de Saúde (SUS), tendo em vista a insegurança da proporção de infectados nos próximos meses”, justificou Lupion.

O texto prevê ainda que os hospitais devem comprovar capacidade técnica para acrescer em 50% da média dos atendimentos médicos dos últimos doze meses. Um terceiro ponto é a obrigação dessas entidades de colaborarem com as demandas do Ministério da Saúde, como exames laboratoriais, estruturas de cuidados de enfermagem e área de isolamento de pacientes.

O autor do projeto afirmou que o fortalecimento dos hospitais filantrópicos contribui para ampliar a rede de atendimento nacional às vítimas da Covid-19. Lupion esclareceu que, se houver acordo, o projeto poderá pular a etapa das comissões para ser inserido diretamente na pauta do Sistema de Deliberação Remota do Plenário e assim agilizar o processo de votação.