Alan Rick prioriza segurança pública na Câmara dos Deputados

05 de Novembro de 2018

“Nosso povo vive aterrorizado com medo de assaltos, latrocínios e assassinatos. Meu trabalho como parlamentar é viabilizar recursos para o reforço da segurança em nosso estado, bem como projetos de lei que inibam a criminalidade em todo o Brasil”, disse o deputado.

45601038182_4bd9075dba_z

Preocupado com o crescente aumento da violência no Acre, especialmente com relação aos índices de homicídio, o deputado Alan Rick (AC) vem apresentando projetos de lei na área de segurança pública e destinando boa parte de suas emendas parlamentares para o setor. “Nosso povo vive aterrorizado com medo de assaltos, latrocínios e assassinatos. Meu trabalho como parlamentar é viabilizar recursos para o reforço da segurança em nosso estado, bem como projetos de lei que inibam a criminalidade em todo o Brasil”, disse o deputado.

Só neste ano de 2018, Alan Rick apresentou três projetos de lei para combater a violência. Um deles insere o tráfico de pessoas no rol dos crimes hediondos. Outro, determina que os recursos oriundos do trabalho do preso indenizarão as vítimas; estabelece a obrigação de reparação dos danos do crime como pré-requisito para a progressão de regime; e abre a possibilidade do trabalho ser gerenciado por entidade pública ou privada.

Finalmente, a terceira proposta muda o Código Penal, fazendo com que aumente a pena máxima de cadeia de 30 para 45 anos. “Trata-se de medida efetiva para favorecer a diminuição ou inibição da criminalidade galopante em nosso país’, disse Alan, ao justificar a medida.

Não menos importante, foram os R$ 6,5 milhões de reais destinados para a segurança pública do Acre, por meio das emendas do deputado. Essa quantia foi direcionada ao combate às drogas; à implantação do Laboratório de Estudo e Pesquisa da Violência e da Criminalidade; construção do stand de tiros da Polícia Militar; fortalecimento de projetos em delegacias; implantação do Cerco Eletrônico; aquisição de coletes balísticos para policiais; infraestrutura da Polícia Rodoviária Federal; e reaparelhamento do Corpo de Bombeiros Militar.