Arquivo da categoria: Notícias

Pesquisa CNI/Ibope reflete insatisfação e revolta do povo brasileiro, afirma líder Mendonça Filho

30 de Setembro de 2015

O líder do Democratas na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), afirmou há pouco que o resultado da pesquisa CNI/Ibope reflete o sentimento de insatisfação e de revolta do povo brasileiro. “Apesar de todo o esforço de comunicação e de articulação política por parte da presidente Dilma, a população está insatisfeita e infeliz com o governo … Continue lendo Pesquisa CNI/Ibope reflete insatisfação e revolta do povo brasileiro, afirma líder Mendonça Filho

21858192961_ca6dfe066d_h

O líder do Democratas na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), afirmou há pouco que o resultado da pesquisa CNI/Ibope reflete o sentimento de insatisfação e de revolta do povo brasileiro. “Apesar de todo o esforço de comunicação e de articulação política por parte da presidente Dilma, a população está insatisfeita e infeliz com o governo que tem”, afirmou.

A pesquisa divulgada nesta quarta-feira indicou que a avaliação boa ou ótima do governo Dilma Rousseff/PT oscilou de 9% para 10% de junho para setembro, no período, mas os que consideram a gestão ruim ou péssima variaram de 68% para 69%, dentro da margem de erro máxima, de 2 pontos porcentuais.

Em discurso na tribuna da Câmara, ele lamentou a decisão do governo de autorizar o reajuste do preço da gasolina e do óleo diesel. “Os preços vão subir, do transporte público, dos alimentos e de todas as mercadorias”, afirmou.

Disse, ainda, que a reforma ministerial discutida pela presidente Dilma Rousseff/PT não atende aos interesses da sociedade. “O povo brasileiro quer, por exemplo, que o governo arque com a maior parte da conta do ajuste, corte na carne e reduza o número de ministérios e de cargos comissionados”, afirmou.

No entanto, alertou Mendonça Filho, o governo está fazendo o inverso: “É uma reforma ministerial para atender os políticos e os partidos políticos na tentativa de salvar o mandato da presidente Dilma”. Citou como exemplo o Ministério da Saúde. “Ela não quer um ministério da Saúde que atenda melhor a população, que promova melhoras nos hospitais públicos e nas unidades de saúde; ela quer entregar o ministério como se fosse um balcão de negócios, uma feria livre para garantir tranquilidade para governar por mais três anos”, completou.