Ponto de vista: País da Burocracia

26 de Março de 2018

JORGE TADEU MUDALEN* 26 MARÇO 2018

Em qualquer sociedade democrática para o Estado manter sua governabilidade precisamos seguir regras de procedimento, regras que regem pessoas e empresas, isso acaba gerando o chamado sistema burocrático. Infelizmente, hoje o Brasil é um dos países mais burocráticos do planeta, segundo levantamento do Banco Mundial.

O que significa um entrave para os negócios, pesquisas científicas e tecnológicas. Também atrapalha investimentos sociais feitos por entidades da sociedade civil. E dificulta a vida dos cidadãos quando pretendem exercer seus direitos. O brasileiro se vê lançado num labirinto de filas, papéis e carimbos.

Exemplo claro da burocracia é quando um cidadão quer se tornar um empreendedor. São aproximadamente dois meses só para abrir uma empresa legalmente. Já para conseguir todas as licenças e alvará, são mais de nove meses de espera. O número de empregos gerados pelos novos empreendedores poderia ser ainda maior, mas a burocracia trava a economia e dificulta a vida dos brasileiros.

Com toda certeza, isso prejudica o Brasil, limitando a capacidade de crescimento do País e a concorrência no cenário global. Estudos indicam que o Brasil poderia poupar mais de 1% do PIB se simplificasse os procedimentos burocráticos exigidos da sociedade.

Mas, apesar disso tudo, o enfrentamento dos excessos burocráticos tem sido um assunto secundário na agenda nacional. Como representante da população na Câmara Federal, estou trabalhando com minha assessoria técnica para a criação de projetos que ajudem a unificar os procedimentos, diminuir os custos e a burocracia exigida pelo estado, assim poderemos facilitar a vida das pessoas.

*Jorge Tadeu Mudalen é deputado federal pelo DEM/SP