Incêndio no Museu

18 de Setembro de 2018

Deputado Bonifácio de Andrada, 06 de setembro de 2018

 

No meio das disputas eleitorais, um fato lamentável acaba de ocorrer, o incêndio no Museu Nacional existente no Rio de Janeiro, instituído por Dom João Vl, quando ele reinava em nosso país.

O Patrimônio destruído no incêndio continha não só material de nossa história, mas também de outros povos, inclusive, com peças pré- históricas que foram conseguidas, além, das pinturas de grandes expressões do século XVIII, e, ainda documentários valiosos do tempo do Brasil Colonial, passando pela Independência até quando chegamos ao regime de República.

Além de tudo isso, o Museu possuía elementos que o deixavam o mais atraente e completo da América do Sul. E concorria com os mais expressivos da Europa e da América do Norte.

O triste é que a defesa do imóvel contra incêndios foi planejada por várias comissões, que antes perceberam os perigos da enorme e antiga edificação, tendo sido o fato focalizado por vários setores técnicos da respectiva área.

Verificamos, ao longo destes últimos anos, demonstração de alta deficiência dada pelo o Ministério da Cultura e as instituições que o precederão, como o Ministério da Educação e outros órgãos. É realmente tristonho e sobre certo aspecto revoltante, a incapacidade governamental e das autoridades brasileiras responsáveis pela extraordinária Instituição, pois, o Museu foi um ponto de referência fundamental da civilização brasileira.

Infelizmente, são precárias as possibilidades de algumas recuperações de documentos e peças históricas, por isso, nos cumpre, com ênfase, assinalar a nossa repulsa para com o Governo brasileiro, que gasta deploravelmente em outros setores, poucos significativos, para o cenário cívico do nosso país.