Fortalecer a agropecuária

19 de Novembro de 2019

Zé Mário – Presidente do Sistema Faeg Senar, vice-presidente da Confederação da CNA, deputado federal (DEM) e produtor rural. Originalmente publicado em O Popular 19/11/2019

Fomentar oportunidades de negócios e parcerias com pesquisa sempre foram iniciativas para alavancar a tecnologia no campo. Com a nova gestão da Faeg, eleita no último dia 4 de novembro, a missão é intensificar o processo de inovação e fortalecer as cadeias produtivas da agropecuária. O plano de trabalho vai da excelência na representação do produtor rural ao fortalecimento da classe, com o objetivo de tornar o ambiente rural cada vez mais competitivo e produtivo. A nova diretoria se compromete a aprimorar as ações de fortalecimento do setor, a capacitação da mão de obra, ampliar o assessoramento técnico com o objetivo de melhorias na produção e geração de renda a todos os produtores, independente do porte.

A inauguração do Campo Lab como um laboratório na sede da Federação chega para impulsionar a questão tecnológica do campo à cidade. As startups são importantes ferramentas que vão beneficiar o produtor rural. Outro destaque de trabalho ainda para este ano é a divulgação do aplicativo multiuso denominado “Porteira”, cuja plataforma é pioneira e proporciona integração dos serviços utilizados pelo produtor, tanto como: parte comercial, capacitações, segurança pública e eventos realizados pelo Sistema e Sindicatos Rurais. No País, de acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups) existem cerca de 15 mil startups. O Brasil é o 6º maior mercado de atuação de startups e Goiás almeja concentrar boa parte desses negócios.

Vamos trabalhar juntos para aumentar as possibilidades ao produtor visando a busca da evolução das políticas públicas e segurança jurídica, focados na produção rural sustentável e moderna. A Faeg completou 68 anos de fundação representando 60 mil produtores goianos e o trabalho de expansão tecnológica da agricultura e pecuária é realizado em conjunto com diversas parcerias públicas e privadas que estão sendo mobilizadas. Como deputado federal quero também ampliar a assistência técnica e gerencial, bem como a extensão rural, evoluirmos na questão tributária, e melhoria da logística e segurança, além de desenvolver as cadeias produtivas para que o ambiente seja ainda mais favorável à geração de emprego e renda.

O desenvolvimento da agropecuária está presente em cada dirigente, produtor, na sociedade, lembrando que os desafios existem, mas serão superados com união e muito suor. Muitos desafios precisam ser superados para que o agro seja reconhecido e se configure, cada vez mais, no setor que orgulha este Estado e a Nação.